O Cachorro Spitz Alemão

O Cachorro Spitz Alemão

Spitz Alemão pesando em média três quilos hoje em dia, os Pomerânias já pesaram 7 vezes esse valor, chegando a ter, em média, catorze quilos. Outra qualidade era sua pelagem branca;
A Rainha Victoria foi o indivíduo responsável pelo Lulu da Pomerânia que observamos na atualidade. No final do século XIX, ela abriu seu próprio canil e sucessivamente importava cachorros menores e de todas as colorações, gerando o “puro” cão de colo;
Eles são derivados de cachorros que puxavam trenós na Finlândia e Islândia. Acredite se quiser, esse anãozinho possui como alguns de seus antepassados os gigantescos Malamute do Alasca, Samoyeda e Husky Siberiano;
Só um Lulu venceu o Best in Show no Westminster desde que o torneio começou no ano de 1877: Great Elms Prince Charming II, no ano de 1988;
Dois Lulus da Pomerânia ficaram famosos por terem resistido ao afundamento do Titanic em 1912: Lady, da tutora Miss Margaret Hays e Pom, de Elizabeth Barrett Rothschild. Ambos escaparam com suas donas em botes salva-vidas;
O especialista em teologia Martinho Luthero, tinha um Spitz Alemão chamado Belferlein que ele mencionou certas vezes em seus papéis;
Michelangelo, tinha um que ficava sentado em uma almofada de cetim vendo o artista desenhar o teto da Capela Sistina;
O físico Isaac Newton, tinha um cachorro da espécie chamado Diamond que poderia ter mastigado vários de seus manuscritos;
O compositor Mozart ainda era proprietário de um Lulu da Pomerânia que se intitulava Pimperl e a quem ofereceu uma cantiga;
Membros da realeza que já foram donos de um Pomerânia: Rainha Victoria, Rainha Charlotte (mulher de George III), Rei George IV, Maria Antonieta e Josephine Beauharnais (Soberana da França);
Nos dias atuais, são proprietários de um Lulu da Pomerânia: Zezé di Camargo, Karina Bacchi, Celso Zucatelli, Paris Hilton, Kelly e Sharon Osbourne, Eva Longoria, Nicole Richie, Jessica Alba, Gwen Stefani, LeAnne Rimes, Fran Drescher, Kate Hudson, Keanu Reeves, David Hasselhoff e Liza Minnelli;
Jiff é o Lulu da Pomerânia que fez parte do clipe “Dark Horse”, da estrela Katy Perry.

Gênese e História do cão da espécie Spitz Alemão

origem-spitz-alemao Na ocasião em que olhamos para a cara acolhedora de um Spitz diversas pessoas vão poder imaginar que trata-se de um espécime mais recente na cadeia evolutiva. Na realidade, o Spitz acaba sendo classificado como um “Cachorro do padrão primitivo”. Essa categorização é efetuada por pesquisadores a fim de detectar aqueles animais que ainda possuem atributos muito particulares e importantes dos primeiros cachorros que despontaram no mundo todo.
Ao pesquisarmos os aspectos físicos do animal, podemos ver que o Spitz tem uma ordem de qualidades originadas rigorosamente dos seus ancestrais, os lobos. Principalmente a região do focinho, que é bastante parecida com esses parentes selvagens, além do formato das orelhas e da cauda.
Todos esses elementos foram se tornando pistas relevantes a fim de que os especialistas conseguissem rastrear a proveniência da raça. Os estudiosos inclusive não conseguem definir o período certeiro da aparição desta espécie como nós a vemos, mas é muito possível que a procedência do Spitz tenha ocorrido em uma localidade conhecida como Pomerânia, circunscrita entre a Alemanha e a Polônia.
Conforme os levantamentos históricos, o Spitz acabou por se tornar muito famoso depois de ter sido adotado como o animal doméstico legítimo da família real por George III e sua esposa. A rainha Victória, a qual foi neta de George III, acabou conhecendo a espécie quando era apenas uma criança, e puramente se admirou por esses afáveis animais, adotando eles para o resto da vida.
Com este grande destaque, os cachorros dessa espécie acabaram se tornando muito mais conhecidos nos anos 1800, dado que toda família rica, ou que ao menos pretendia parecer rica, acolhia um representante da espécie. Naquele mesmo período, o Spitz tornou-se admitido de forma oficial pelo The Kennel Club.

Características corporais do cachorro Spitz Alemão

O Spitz possui cabeça de raposa, extensa atrás e que vai se afinando gradualmente até a borda do focinho. A trufa é curta e esférica. Os olhos, levemente oblíquos, são de cor preta. As orelhas, pequenas, em forma de triângulo e inseridas no alto, são preservadas em todo o tempo na posição vertical.
O peito é fundo e o dorso curto. A cauda é inserida no alto e felpuda, erguida a partir da base e enrolada sobre os quadris. Esta morfologia, característica dos Spitz, evolui em razão do molde. Assim, à medida que o porte reduziu, observa-se que expande o aspecto maciço do corpo e também que a cabeça torna-se relativamente maior e o crânio mais bombeado, além da ossatura ficar mais leve. Achamos todos esses traços repetidos no Spitz Anão.
As pigmentações da pelagem do Spitz Alemão são inúmeras e variadas e a faixa que podemos optar é grande: vai a partir do preto, marrom, branco, alaranjado, cinza lobo e demais cores. A cor do pigmento no nariz é preta, a não ser nos cachorros de pelos castanhos que conta com uma coloração pardo escuro.
A excessiva pelagem é de duas camadas. A subcamada é suave e de lã e a faixa externa é lisa, de textura áspera sem agarrar ao corpo. Os pelos do pescoço, do peito e da parte anterior das espáduas é abundante e forma um colar.

Temperamento do cachorro da raça Spitz Alemão

comportamento-spitz-alemao Se você está buscando um cão de companhia que será um companheiro a todas as horas, e não uma espécie que apenas vai se ajeitar no canto mais confortável do sofá e adormecer durante o dia todo, o Spitz Alemão poderá ser uma ótima opção. Essa espécie parece estar sempre de bem com a vida, determinado a brincadeiras. E no momento em que não é incitado, é capaz de chamar o seu proprietário à farra.
Uma característica do comportamento desse cachorro que pode trazer certos problemas, especialmente para os que moram em apartamentos, é o fato deles gostarem muito de ladrar. Essa espécie costuma latir muito e por qualquer motivo. Como são cahorros constantemente alertas e com uma excepcional audição, dado que o molde das suas orelhas é propício para isso, ladrem sempre quando tem algum estranho por perto. Conceda determinado estilo de treinamento para que os latidos sejam controlados.
Apesar de não serem considerados os cães mais inteligentes do mundo, a raça não decepciona nas pesquisas, quase sempre revelando-se nas primeiras posições quando o assunto é capacidade de aprendizagem. Devido a isso, o adestramento pode ser aproveitável e excessivamente eficiente.

Benefícios de se possuir um cachorro Spitz Alemão

Vivo e sagaz, o Spitz Alemão ou Lulu da Pomerânia, de pelo excessivo e aerado, é extremamente querido pelos fãs de cães pomposos. Cachorro de luxo de outrora, tornou-se, mas, bastante popular.
É um protetor eficiente, descarado e que pode por vezes se revelar corajoso. Ele late bastate, porque está a todo momento sentinela e precisa se expressar. O Spitz Alemão desconfia de desconhecidos e é bem briguento com outros cachorros. Seu adestramento é simples, porque ele é atento e aberto a ordens.
Este cachorro é consideravelmente ligado ao proprietário e uma presença contente e esperta, de fácil relacionamento e muito meigo, não é medroso nem violento.
Bonitos, determinados e peludos, são espertos e fiéis a seus familiares. No entanto, não deixe esta doçura ludibriar você. Esses cães têm cabeças independentes e audáciosas. Eles estão atentos e curiosos sobre o mundo. Apesar do pequenino tamanho, esta espécie tem um latido elevado e é excelente cachorro de guarda.
São maravilhosos animais de estimação aos idosos e aqueles que estão ocupados, porque não é uma espécie profundamente submissa. Eles são também bons para habitantes de apartamento ou residências que não têm um espaço.
São treinados como cachorros de assistência auditiva. Eles são inclusive incríveis cães de terapia e trazem felicidade e consolo aos enfermos e pessoas idosas em hospitais e albergues.

Incômodos habituais ao cão Spitz Alemão

enfermidades-spitz-alemao De maneira geral, os Spitz são cahorros fortes e que demonstram poucos problemas de saúde, conseguindo viver até quinze anos. Em contrapartida, como a maioria das espécies menores, os Pomerânias têm tendência a desenvolver problemas como luxação da patela e distúrbios nos dentes.
Na hipótese de problemas dentários, o principal cuidado necessita de ser assegurar que a troca de dentes, que acontece geralmente por volta dos 6 meses, seja concluída. Caso o dente de leite não caia espontaneamente, o médico-veterinário precisa ser consultado. Outro problema comum é a tendência à formação de tártaro. Esse contratempo é facilmente contornado a partir de um programa de limpeza habitual e visitas regulares ao médico-veterinário para checagem.
Já as dermatites são menos comuns do que se poderia supor. Devido a quantia de pelos, se detectadas precisam de ser cuidadas depressa e por um especialista para evitar que causem a redução de pelos ou formação de feridas na pele.

Como cuidar de um cachorro Spitz Alemão

Apesar de ser um espécime bastante dinâmico, ele não costuma exigir exercitação física intensa na rua para despender as suas energias. Um passeio leve e ponderado ao dia é mais do que considerável com o intuito de deixar o Spitz Alemão feliz. Entretanto é crucial que todas as pessoas saibam que ele vai exigir atenção no decorrer do dia, especialmente após ficar muitas horas sozinho dentro de casa ou do apartamento.
Escove e penteie o Spitz, no mínimo, duas vezes por semana com uma escova mais lisa e pente de metal. Isto espalha a oleosidade natural da pele e preserva o pelo e pele saudáveis, além de impedir nós ou embaraçamentos. Assegure-se de escovar e pentear o pelo até a pele para remover todo a segunda camada solta.
Você pode dar banho em cachorros desta raça com a periodicidade que desejar, pode ser semanal ou por mês, desde que você empregue um xampú suave e condicionador. Caso ele começe com aquele cheiro próprio de cachorro entre os banhos, polvilhe um pouco de pó de bebê em sua pelagem, deixe repousar algum tempo, e logo em seguida, penteie-o. Outras necessidades incluem higiene bucal e cuidados com as unhas.

Filhotinhos de cão da raça Spitz Alemão

Os filhotes, tal como os crescidos, marcam pela sutileza das formas e pela abundância de sua pelagem. Têm que ser tomados cuidados especiais com os filhotinhos até que atinjam a idade madura, a fim de evitar que sofram quedas que sejam capazes de afetar o crescimento da estrutura óssea do espécime.
É uma perfeita fase para habituar o filhote ao ritual da escovação, uma vez que no decorrer de sua vida madura, certamente, irá ser um hábito constante. Comece a ensinar seu pequeno companheiro na hora em que ele chegar no lar. O Spitz é um cachorro bastante inteligente, independente e, por causa disso, ligeiramente teimoso. Precisam aprender que existe um líder que os comanda. Seja firme e tenaz, tratando-os a todo o momento com carinho e enaltecimentos na ocasião em que fazem a coisa certa. Treiná-lo também muito cedo a acatar ao comando de silêncio será muito útil. Como eficazes cães de guarda, sempre vão ladrar para avisar algo esquisito, o problema é no momento em que não param de ladrar.

O Cachorro Spitz Alemão
Avalie esta postagem