O GLOBO dos Animais

O Cão Dogue Alemão

Ele é uma das maiores espécies do mundo. Somente o Wolfhound Irlandês é mais alto e alguns Mastiffs podem superar essa raça;
O Dogue Alemão tem problema de gases e ele vai buscar alguém para culpar quando fizer o que não deve na frente das pessoas;
O Scooby-Doo, amigo do Salsicha, é um Dogue Alemão;
O Dogue Alemão é um cachorro enorme que tem a autoimagem de um cão pequeno e muitas vezes ele pula no colo dos seus proprietários como se fossem pequenos para isto;
Ainda que não tenha sido criado na Dinamarca, Dogue Alemão em inglês quer dizer “Grande Dinamarquês”
Na era medieval imaginava-se que o Dogue Alemão tinha poderes místicos de afastar os maus espíritos.

Início e História do Dogue Alemão


A raça é de origem bastante antiga e questionável. Uma hipótese bem difundida diz que o Dogue Alemão nasceu entre o cruzamento de um Mastim Assírio com certos cachorros mais franzinos. O resultado produziu um cão rápido e musculoso, utilizado na caça de javalis, lobos e ursos. Por causa de suas qualidades, esta raça foi empregada na proteção de propriedades e para escoltar comboios, sendo, assim, disseminada por todo o continente europeu.
Foi na província de Hamburgo, Alemanha, em 1863, que o Dogue Alemão exibiu-se na primeira exibição para cães da história, todavia ele ainda tinha outras denominações: Dogue de Ulm (Ulmer Dogge) e Dogue Dinamarquês (Danish Dogge). O conjunto de jurados do concurso considerou quase impossível diferenciar uma espécie de outra. Depois de 1880 as duas espécies foram unidas fazendo com que o cachorro assumisse o nome atual.
Não há evidências de participações da Dinamarca na constituição da raça, porém os povos de língua tanto anglicana como hispânica usam muito a alcunha de “grande dinamarquês” para o cachorro. No fim dos anos 1800, foi escrito o primeiro padrão dessa raça que, no decurso dos tempos, passou por certas alterações em sua genética até hoje, e no ano de 1888 foi criado o Clube Oficial de Criadores.

Características Físicas do Dogue Alemão

O pescoço dessa raça não apresenta papadas, é bastante extenso, além de possuir muitos músculos e fineza. Determinados países cortam as orelhas, todavia naturalmente possuem aspecto triangular e pontiagudo. Se não forem cortadas, a orelha dele cai por cima de sua face. A pelagem possui enorme pluralidade de colorações e é sempre curta.
Ele possui o lábio bem grande, o seu crânio é extenso e achatado, possui uma chanfradura bem alargada, um stop visivelmente pronunciado e um pescoço comprido, seco e bombeado. O Dogue Alemão possui o olhar muito realçado, por causa de sua sobrancelha genuína, e seus olhos são ovalados e com uma cor preta. Esse cão tem suas medidas bem divididas: peito largo e bem descaído, o dorso bem espichado, o traseiro amplo e robusto, as patas alongadas e fortes, finalizadas por pés de gato. Quando esse cão está repousando, seu rabo vai afinando gradativamente em direção à extremidade e também vai até os seus jarretes.
Com pelagem curta e espessa, tem grande diversidade de cores e de marcações que abarcam desde o arlequim, com manchas pretas exibidas sobre fundo esbranquiçado, até os tigrados com faixas negras sobre um fundo dourado, os azulados (cinza azulado), os pretos e os louros.

Temperamento do Dogue Alemão

O Dogue Alemão é um cão bastante afetivo e prestativo com todos seus familiares, especialmente as crianças. Possui um comportamento sereno e comedido. Costuma ser citado como um cão ao mesmo tempo elegante e inclusive majestoso. Segundo o Guiness Book, esta é a maior espécie do planeta.
Mesmo que seja tranquilo, é bastante fechado com pessoas desconhecidas. Essa raça não é hostil e, menos ainda, agride sem nenhuma razão claro, entretanto, quando o Dogue Alemão sente necessidade, ele pode avançar em quem ele não tem afinidade com muita braveza. Por ser um cachorro fundamentalmente para defender a sua propriedade, ele consegue reunir sua potência, seu tamanho e sua agilidade e, logo após, fazer o seu trabalho sem qualquer dificuldade.
Essa espécie apresenta uma personalidade bem estabelecida, entretanto há alguns cachorros que saem do padrão característico da espécie, tendo um perfil: recluso, ofensivo, irritado, medroso e ainda atiçado com bastante facilidade.

Vantagens de se adquirir um Dogue Alemão

Ele é muito esperto, lindo, e que consegue entender o comportamento de seu proprietário em várias situações. Esse é um cão que apenas irá apresentar as características de sua raça caso seja devidamente instruído e alimentado. O treinamento para o Dogue Alemão necessita de ser realizado com demasiada precaução, pois se eles se sentirem incomodados, conseguem ficar entristecidos e,então, não executando o treino como deveria ser feito.
É um cachorro que aprende bem rápido, em razão disso é recomendado treinar e ensinar ao Dogue Alemão algumas atividades, ainda que não seja com um adestrador oficial. Quando ele se sente acolhido por alguém, ele vai fazer o que puder para deixar o seu dono satisfeito e querido, sem contar que essa raça é bem ansiosa e nervosa.
É um ótimo cachorro farejador e sempre está em busca de algo para caçar e entreter-se. O Dogue Alemão pode, eventualmente, caçar pequenos animais, todavia só para divertir-se devido a seu doce comportamento.

Distúrbios normais ao Dogue Alemão

Por terem um porte físico enorme, sua média de vida é muito pequena. O Dogue Alemão não passa de Seis a Oito anos, apesar de em alguns casos raros atingirem 14 anos. Os principais sintomas que levam o Dogue Alemão à morte são capazes de ser: alguns tumores, cardiopatias e ainda a Torção Gástrica.
A Torção Gástrica faz com que o sistema digestivo do Dogue Alemão seja alongado, assim o estômago gira, causando uma restrição da drenagem do estômago, além de comprimir sua respiração e sua circulação. A Torção Gástrica é ocasionada pela Síndrome de Dilatação Vólvulo Gástrica. Os sintomas mais normais são inchaço, mucosas pálidas e dificuldades de respiração.
O Dogue Alemão é bastante propenso a apresentar uma displasia coxofemoral. Essa doença faz com que o Dogue Alemão possua muitas dores e apresente uma grande dificuldade para se movimentar. Qualquer pessoa que queira possuir uma cria desta espécie deve, antes de tudo, fazer vários exames e checar se os pais têm alguma complicação genética. Esta doença é ocasionada por um excesso de peso, devido a isso alimente-os bem, com uma ração de excelente qualidade e de uma excelente marca.

Como tomar conta de um Dogue Alemão

Para que o cão tenha um bom desenvolvimento, é fundamental que adquira muito espaço para correr e praticar exercícios físicos, além de acompanhar o proprietário em longas caminhadas ao ar livre. Se o Dogue Alemão fica muito tempo preso, ele pode começar a sentir-se estressado e bem nervoso. Ele é um cachorro que necessita de estar em constante movimento, então leve em conta que você necessita de um bom espaço, quando for adquirir esta raça. Faça todos os dias até 60 minutos de exercícios em um Dogue Alemão adulto, isto se deve por sua idade e o seu nível de atividade.
Você pode querer um parceiro para suas caminhadas, espere para levar o cão com você até que complete 18 meses. Sua constituição óssea ainda não está formada e bem constituída para realizar esta prática, antes dos dezoito meses. Porém, para ter todo o tipo de garantia, espere até que o seu Dogue Alemão tenha 2 anos para começar a correr com ele.
Esse cão é ideal para casas com grande espaço, mas não é adequado para apartamentos. Seu porte físico precisa de bastante espaço. Em temperaturas frias ele pode ficar com frio e não deve ser deixado ao relento. Nessa estação ele vai gostar de utilizar uma roupa de malha ou lã para conservar seu corpo quente.
Penteie o Dogue Alemão com uma luva de borracha ou pente de cerdas macias a fim de manter pelo e pele sadios. Como você é capaz de pensar, o banho de um Dogue Alemão é uma tarefa complicada. Você pode imaginar que eles não escapam, mas você está completamente enganado. Esta raça costuma escapar e tentar se ocultar em lugares nada convencionais.

Filhotes de Dogue Alemão

Como eles possuem muita vitalidade e intensidade, quando crescem podem não ter um controle de suas ações, acabando por destruir e derrubar tudo a sua volta. Então o adestramento se faz muito necessário. A idade ideal para o início do treino é entre cinco e seis meses. Já o treinamento para ataque é questionado por muitos criadores.
Não deixe que seu cão desenvolva obesidade, então realize o máximo de atividades físicas, a cada dia, que você puder. Os músculos e seus ossos não estão corretamente desenvolvidos até os 12 meses de vida, então, durante esse período, não realize atividades físicas muito fortes que podem prejudicar o crescimento do seu Dogue Alemão.
Até os cinco meses, dê a seu Dogue Alemão três refeições diárias. Logo após isto, ofereça duas alimentações diárias. O Dogue Alemão nunca se alimenta apenas uma vez por dia. A dieta é fundamental para um filhotinho pois o Dogue Alemão tem um crescimento bem rápido, mais do que a grande parte das espécies.

O Cão Dogue Alemão
Avalie esta postagem