Conheça tudo a respeito do Bulldog Inglês

Conheça tudo a respeito do Bulldog Inglês

Qual é a forma correta de escrever: Buldogue ou Bulldog?
De fato, ambos estão corretos. Bulldog é uma expressão britânica, enquanto Buldogue é uma expressão brasileira.
Ele ama repousar, certas vezes nem ouvindo ao chamado do seu dono. E, ainda, ronca alto.
Não costuma latir muito, apenas quando necessário. Adora ficar perto e ganhar chamego do seu dono, em contrapartida ele consegue ser bem autossuficiente quando preciso.
O Brasil ganhou seu primeiro Bulldog Club nos anos 2000.

O Magnífico Pet Bulldog Inglês na História

A origem da raça vem do cruel esporte bull-baiting (luta com touros) que surgiu na Grã-Bretanha nos anos 1200. O objetivo do cão era atacar e enfurecer o touro pegando o animal, normalmente pelo nariz. Isto não era considerado somente passatempo, imaginava-se que a carne do touro ficaria mais deliciosa se ele fosse irritado antes de abatido.
Sem contar, ainda, que o Bulldog também enfrentava alguns ursos, nas intituladas “Bearbaitings”. O tanto que os cachorros conseguiam aguentar e, mais ainda, seu temperamento feroz eram levados em conta por seus proprietários. Lamentavelmente, alguns relatos sobre a criação desses cães não são nada amáveis. Diz-se que os Bulldogs eram presos aos touros, com o intuito de observar o quanto esses cachorros conseguem resistir, isso mesmo com os touros já bastante machucados.
No ano de 1835, a luta com touros se tornou ilegal e principiou uma nova etapa para o Bulldog. A fama da raça caiu e quase foi extinta. Todavia, certos apreciadores da espécie resolveram tentar outro tipo de método para esses cachorros, deixando-os menos ameaçadores e aperfeiçoando seu porte físico. A experiência deu bastante certo que o Buldogue tornou-se um cachorro dócil, com personalidade distinta do que seu aspecto demonstra.

Características Físicas do Cachorro da Raça Bulldog Inglês

bulldog-ingles Este cachorro é muito baixo e achatado, com uma pelagem bastante sedosa e um aspecto que o difere das demais raças. É largo e compacto. Apesar disso, nenhuma parte de seu corpo é desproporcional às outras, a ponto de prejudicar sua simetria ou fazer com que o Bulldog pareça um cão deformado.
A cara é curta, o focinho largo, grosso e inclinado para cima. Muitos donos desta raça não gostam de comprar cachorros que apresentam qualquer tipo de complicação para respirar. Sua estrutura física é bastante ajustada. Tem membros fortes, sólidos e musculosos com boa forma física. Contudo, as fêmeas se diferem bastante com relação ao porte físico. Seu pelo é curto, bastante macio e com uma consistência fina.
A coloração predominante no Bulldog é o branco, com algumas marcas avermelhadas, amarelas leonadas, tigradas ou a cor fulvo. O branco sólido caracteriza um animal privado de qualquer coloração nos pelos e não pode ser confundido com as colorações pied ou piebald. O Bulldog branco sólido forçosamente necessita de apresentar o nariz inteiramente pigmentado de negro e os olhos de tonalidade bem escurecida.

Temperamento da raça Bulldog Inglês

O Bulldog é um cachorro sagaz e bem doce com todos seus familiares. Gosta de companhia, é afetivo e travesso. Tem muita vitalidade, determinação e não gosta de ficar ocioso. Também não podemos esquecer sua audácia, coragem, lealdade e seu senso de proteção, todavia bastante amoroso e afetivo.
Ele só vai atacar se sentir acuado. O Bulldog é totalmente calmo de se tomar conta, por sua personalidade condescendente, sua parceria, sem contar sua intensidade e força. Ele adora crianças e seu temperamento é muito diverso do que acostumamos ver nos desenhos infantis. Em geral, ele não gosta de gatos e costuma brigar com outros cães, especialmente se forem machos. Ao alimentá-lo, observe se não há outros cachorros perto.
Este é considerado um cão muito tranquilo, que aprecia em alto grau a companhia do seu dono, apesar de ter uma autonomia sem igual. Conta com um impecável comportamento para cachorro de guarda e precisa de muita atenção dos proprietários já que fica triste com facilidade.

Benefícios de Ter um Cão Bulldog Inglês

bulldog-ingles Esses cães são bastante firmes, intrépidos e muito dificilmente você vai vê-los chorosos. Estes cachorros só irão chamar a sua atenção quando encontrarem-se famintos, com vontade de beber água ou quando não estão muito bem, caso contrário eles são bem serenos.
Para cuidar de um Bulldog não tem necessidade de nada fantástico, sem falar da sua grande facilidade em se relacionar com o seu dono. Por sua autonomia, esses cães são apropriados, ainda, para donos que não podem ficar em casa por um tempo longo, sem citar que o Bulldog não deixa cair bastante pelo ao longo da casa.
Esse cão tem bastante valor no mercado de animais. E é possível encontrar filas de espera para a aquisição de filhotinhos desses pets de cães. Aqui no Brasil há criadores há mais de 30 anos.

Distúrbios usuais do Bulldog Inglês

O Bulldog Inglês possui uma grande tendência à obesidade e, devido a isso, é interessante que se tenha um controle da quantidade de ração ingerida por ele para que não venha a desenvolver prováveis problemas nas articulações dos joelhos e no quadril. Por causa disso é interessante que ele sempre faça exercícios, prevenindo o excesso de peso.
O Bulldog Inglês é um espécime extremamente delicado quando o assunto é a saúde. Sua média de vida é oito anos. Eles se aquecem com bastante espontaneidade, por causa disso não têm que ser expostos a um calor em excesso. Pode parecer que o seu cachorro está febril, entretanto fique sossegado: o Bulldog tem uma temperatura mais elevada, seguramente.
O Buldogue Inglês é capaz de vir a sofrer muitas anomalias hereditárias e congênitas, incluindo fenda palatina em filhotes, displasia coxofemural, claudicação nas patas dianteiras, entrópio e ectrópio (problemas nas pálpebras), dermatites, estenose (estreitamento) das narinas e alongamento do palato.

Como cuidar de um Bulldog Inglês

bulldog-ingles O Bulldog Inglês adora vida ao ar livre, contudo não atura tempo úmido. Esse não é um cachorro que vai correr ou andar longas distâncias ou pular enormes alturas. A maior parte não consegue nadar. Eles babam demais, além de roncar e ressonar excessivamente.
O acúmulo de imundícies e bactérias é bem habitual entre as suas dobras em sua pelagem. Estas dobras do rosto (e em torno da cauda), bem como os olhos, precisam de ser higienizadas todos os dias.
É necessário estimular o seu Bulldog a realizar exercícios, contudo nada em grande quantidade.
Por causa da sua composição, é comum que cachorros dessa espécie tenham dificuldades respiratórias, principalmente durante os dias quentes e úmidos. Nestas condições climáticas, a prática de jogos e atividades físicas extenuantes carecem de ser evitados.

Os Filhotes do pet Bulldog Inglês

Um excelente filhote deve ser ativo, com cabeça grande, bem enrugada, dentes inferiores sobrepostos aos superiores. Até os 50 dias o nariz é capaz de ser avermelhado, mas com sinais de escurecimento.
Com o intuito de se prevenir futuras contaminações, o filhote deve ficar longe de outras espécies de animais por, no mínimo, 30 dias, assim você estará deixando seu filhotinho distante de qualquer tipo de risco.
A maioria das doenças adquiridas pelos Bulldogs são originadas geneticamente. Por este motivo é muito importante que ao obter um cachorro desta espécie, o futuro dono procure conhecer previamente o criador e seu trabalho. Criadores que são responsáveis não mantêm em seu canil cães com doenças transmissíveis para a ninhada. Os melhores criadores são aqueles que estão a todo momento disponíveis com o intuito de apoiar no que for possível, tal como para mostrar a sua criação.

Conheça tudo a respeito do Bulldog Inglês
Avalie esta postagem